RESOLUÇÃO Nº424, DE 08 DE JULHO DE 2013.

(D.O.U. nº 147, Seção 1 de 01/08/2013)

CAPÍTULO II – DAS RESPONSABILIDADES FUNDAMENTAIS

Artigo 4º- O fisioterapeuta presta assistência ao ser humano, tanto no plano individual quanto coletivo, participando da promoção da saúde, prevenção de agravos, tratamento e recuperação da sua saúde e cuidados paliativos, sempre tendo em vista a qualidade de vida, sem discriminação de qualquer forma ou pretexto, segundo os princípios do sistema de saúde vigente no Brasil.

RESOLUÇÃO CONFEF nº 056/2003

Dispõe sobre o Código de Ética dos Profissionais de Educação Física registrados no Sistema CONFEF/CREFs.

CAPÍTULO III – Das Responsabilidades e Deveres

Art. 6º – São responsabilidades e deveres do Profissional de Educação Física:

I – promover uma Educação Física no sentido de que a mesma se constitua em meio efetivo para a conquista de um estilo de vida ativo dos seus beneficiários, através de uma educação efetiva, para promoção da saúde e ocupação saudável do tempo de lazer.

Caríssimos leitores! Saudações a todos!

Vejam oque vem acontecendo! Será que o fisioterapeuta deixou a sua essência de lado, que é avaliar, praticar semiologia clínica, estabelecer objetivos, prevenir agravos e reestabelecer a funcionalidade? Ou será que o Professor de Educação Física passou a prescrever condutas em fisioterapia?

Deve-se lembrar que o profissional de educação física estabelece atividades para indivíduos saudáveis e logo não deve- se confundir em qual momento de trabalho a sua atividade será inerente.

A moda acaba sempre por fazer um papel de avalanche aos meios de comunicação que por si só fazem da atividade física um meio pelo qual a sociedade e o usuário não sabem a diferença entre: qual é o papel da fisioterapia e da educação física em suas vidas. Isto acaba sendo bem corriqueiro, lá vem o menino da fisioterapia para fazer ginástica na minha mãe… não é isto que se escuta todos os dias ????

Este tema gera grande discussão, oque um pode fazer e o outro não? Será que o fisioterapeuta deixou de pesquisar e passa a acreditar que o “achismo” é sua mais nova ferramenta? É o CROSS FIT, o Treinamento Funcional, o Power Pilates , Pilates Reabilitação, Pilates com levantamento de peso e Kettlebell , SUPILATES, e por aí vai… ou seja, uma gama de técnicas onde as autonomias se confundem, e trazem discussões acaloradas pelas redes sociais, os mesmos ficam omissos e confusos

quanto a sua capacidade técnica e prática. É necessário que as pesquisas mostrem resultados e sejam publicadas e assim as evidências possam ser colocadas em prática.Não se pode criar qualquer técnica ou prática de assistência sem pesquisa e dados relevantes, toda informação que corresponde a inovação deve ser referenciada.

Os espaços vão se diminuindo, e as duas profissões vão invadindo uma ao espaço da outra, sem qualquer pudor, ou respeito a ética e quem paga o preço pela desinformação é o usuário, pois os profissionais sequer sabem à respeito do seguimento de portarias e resoluções inerentes as suas profissões.

Tudo neste momento precisa ser definido e separado. A adequação aos princípios e deveres devem ser absorvidas com seriedade. Porém este momento também ocorre por outro motivo, as associações de classes, sindicatos e os conselhos não conseguem atender a esta demanda, e o maior número de denúncias ultrapassa a possibilidade de fiscalização.

Devemos ter a menção de seguir corretamente o nosso código de ética e aproveitar o mesmo para uma melhor prática assistencial com baseamento em evidências e pesquisa relevante.

Um grande abraço a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat